SAIBA COMO EVITAR CONJUNTIVITE NO SEU PET

Não há nenhuma chantagem maior para os pets ganharem agrados e comidas do que aquele olhar fixador e pidão, não é mesmo?

Afinal, quem tem coragem de negar um pedido vindo de uma carinha tão fofa? Assim, concordamos que os olhos dos bichinhos nos comovem. Porém, eles podem ser alvos de incômodos também, de forma que a conjuntivite é uma das ameaças.

Assim como nos humanos, a doença oftalmológica é causada quando ocorre a inflamação da membrana mucosa protetora dos olhos. Os agentes do problemas são, geralmente, coisas do dia a dia do animal, como muito vento (na janela do carro por exemplo), secura e má formação ocular. No entanto, a enfermidade difere de cães para gatos, sendo a canina mais alérgica e a felina infecciosa (bactérias/vírus).

Sintomas
Os primeiros sintomas da doença muitas vezes não são motivos para o dono levar o pet ao veterinário, visto que a irritação inicial é leve. Porém, ao animal apresentar irritação nos olhos, é recomendável ir até o médico para evitar o agravamento da situação. Por isso, esteja atento aos seguintes sinais nos olhos:
– Inchaço
– Incômodo com a claridade
– Vermelhidão
– Remelas
– Lacrimação excessiva
– Dificuldade para abrir

Tratamento
O tratamento da conjuntivite é feito por meio de medicamentos prescritos pelo veterinário. Assim, em casos mais amenos, é feito o uso de colírios e soro fisiológico para higienizar o olho dos pets. Já em situações mais graves, são utilizados antibióticos. Logo, a importância de buscar ajuda profissional com rapidez é essencial, já que tudo vai depender do estado do cão/gato.

Como prevenir
Para a prevenção, evite o contato do animal com produtos químicos, como componentes de limpeza, cremes e perfumes. Para os gatos, uma medida é evitar levá-lo em ambientes com aglomerações. Além disso, ao ter um pet contaminado, mantenha-o isolado de outros animais para não ocorrer outros contágios. Mas o mais importante está em ter consultas regulares com o profissional veterinário. Dessa forma, você evita não só a conjuntivite, mas também uma série de outros problemas que podem afetar seu amigo de quatro patas.

Estar atento ao seus pets é a melhor precaução para doenças como essa. Sendo atencioso à saúde do pet, você conseguirá identificar qualquer coisa que esteja acontecendo de diferente.